Justiça decreta prisão preventiva de suspeitos de integrar quadrilha de estelionatários de Santa Catarina
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 13/05/2022 16:47

Em audiência de custódia realizada nesta sexta-feira (13/05), a juíza Rachel Assad da Cunha converteu a prisão em flagrante em preventiva de Diego Luis Pereyra Ferreira, Angélica de Jesus Albrecht e Willian Teixeira Cichorskdos. Eles são suspeitos de integrar quadrilha de estelionatários de Balneário Camboriú, em Santa Catarina.   

Os acusados foram presos no Leblon, na Zona Sul do Rio, quando estavam em uma loja de joias em um shopping. A quadrilha seria responsável por fraudes virtuais envolvendo links de pagamento.  

“Trata-se de crime grave, em que os custodiados integravam organização para a prática de diversos crimes e o custodiado William mantinha arma de fogo devidamente municiada. A gravidade da conduta é acentuada, já que os custodiados, associados entre si, praticavam crimes graves pelo território nacional, mantendo grupo de Whatsapp para o acerto da prática das condutas”, escreveu a magistrada em sua decisão.   

Outra suspeita do crime, Fernanda Natalina Santos de Lima, se sentiu mal, foi hospitalizada e, por isso, não compareceu à audiência.  

0119956-36.2022.8.19.0001  

 

MG/ FS