PM condenado pela morte do filho de Carlinhos de Jesus perde o cargo público
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 03/03/2022 08:12

A juíza Tula Mello, da 1ª Vara Criminal do TJRJ, mandou oficiar o comandante da Polícia Militar, o secretário de Fazenda e o secretário de Planejamento e Gestão do Rio de Janeiro para que cessem imediatamente os pagamentos do salário e se efetive o desligamento do policial militar Miguel Ângelo da Silva Medeiros, condenado pela morte do músico Carlos Eduardo Menezes de Jesus, o Dudu, filho do coreógrafo Carlinhos de Jesus. 
 
A sentença que condenou Miguel Ângelo a 16 anos e quatro meses de reclusão é de 2017 porém, de acordo com o Código Penal brasileiro, a perda do cargo de servidor público só pode acontecer após o trânsito em julgado do processo, quando não cabem mais recursos.
 
Dudu foi morto em novembro de 2011, quando saía de um bar em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Ele foi atingindo por disparos feitos por dois homens que estavam em uma motocicleta.

Processo nº 0496754-48.2011.8.19.0001