Tribunal de Justiça segue trabalhando na identificação e liberação de corpos de vítimas do temporal de Petrópolis
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 18/02/2022 20:15

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro segue trabalhando de forma coordenada para agilizar e organizar os documentos necessários à identificação e liberação de corpos de vítimas das chuvas de Petrópolis. Designados pelo Ato Executivo nº 25/2022, assinado pelo presidente do TJRJ, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, o juiz auxiliar da Presidência Alexandre Teixeira de Souza e o juiz José Claudio de Macedo Fernandes estão atuando junto ao Cartório do Registro Civil das Pessoas Naturais da Comarca de Petrópolis. 

O trabalho dos magistrados vai ao encontro das ações que estão sendo desenvolvidas pelo Governo do Estado do Rio, através de seus diferentes órgãos,   e pelo Ministério Público. 

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, já suspendeu as atividades e os prazos dos processos físicos e eletrônicos na Comarca de Petrópolis e na Regional de Itaipava, nos dias 15, 16, 17 e 18 deste mês. 

A  campanha “SOS Petrópolis”,  organizada pelo TJRJ, a Associação dos Magistrados do Estado (Amaerj), a Associação Beneficente dos Amigos do Tribunal (Abaterj) e a Escola da Magistratura do Estado (Emerj) continua  arrecadando mantimentos para as vítimas do temporal.

Governador Claudio Castro, os juízes Alexandre Teixeira de Souza e José Cláudio de Macedo Fernandes, o procurador-geral de Justiça, Luciano Oliveira Mattos de Souza, e secretários de Estado se reuniram em Petrópolis para traçar diretrizes de açõesGovernador Claudio Castro, os juízes Alexandre Teixeira de Souza e José Cláudio de Macedo Fernandes, o procurador-geral de Justiça, Luciano Oliveira Mattos de Souza, e secretários de Estado se reuniram em Petrópolis para traçar diretrizes de ações