Tráfico de animais marinhos em extinção no foco da Justiça
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 08/10/2020 20:32

A operação policial realizada na quarta-feira, 07/10, em endereços no Rio e em cidades da Região dos Lagos que resultou na prisão de duas pessoas e no resgate de 100 animais marinhos ameaçados de extinção foi determinada pelo juiz Vinicius Marcondes de Araújo, da 1ª Vara Criminal de Cabo Frio. A ação de busca e apreensão teve por objetivo coibir a venda ilegal desses animais e desarticular uma quadrilha envolvida no tráfico desses animais. Em sua decisão, o magistrado também autorizou a apreensão de provas, documentos, aparelhos de celular e outros elementos relativos à atividade criminosa.    

A investigação policial apontou a atuação de uma suposta rede de tráfico de animais silvestres. De acordo com informações do inquérito, os animais eram coletados na cidade de Marataízes, no Espírito Santo, e seguiam para Cabo Frio, onde ficavam armazenados em um depósito para posterior distribuição entre vendedores. Cerca de 20% das espécies anunciadas são de coleta ou pesca proibidas por estarem em risco de extinção.  

Os animais apreendidos, dentre eles, tubarões, arraias, e cavalos marinhos, foram entregues aos cuidados do AquaRio, o aquário da capital fluminense, situado na Zona Portuária. 

MG/FS