Justiça extingue processo de Wagner Moura por denúncias sobre uso indevido da Lei Rouanet
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 27/01/2020 15:37

O processo em que Wagner Moura pedia indenização por danos morais de R$ 50 mil do Movimento Brasil Livre – MBL acabou sendo extinto pela 42ª Vara Cível do TJRJ. O motivo: o ator não conseguiu fornecer um endereço válido para que o Movimento fosse citado, impossibilitando a continuidade do processo.

A ação foi aberta em 2017, por causa de uma postagem no Facebook. Em uma de suas publicações, o grupo – que nas mídias sociais se intitulava Movimento Renovação Liberal - afirmou que o ator teria gasto R$ 11,5 milhões da Lei Rouanet fazendo vídeos de apoio ao governo da então presidente Dilma Rousseff.

Por falta de citação do réu, o processo foi julgado extinto sem julgamento do mérito.

 

Proc. 0106158-81.2017.8.19.0001

 

SF / FS