Vara da Infância de Duque de Caxias promove Lanche de Natal para 50 crianças abrigadas no município
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 19/12/2019 18:49

 

Cinquenta crianças abrigadas em instituições de acolhimento do Município de Duque de Caxias participaram nesta quarta-feira (18/12) do Lanche de Natal, promovido pela Vara da Infância, da Juventude e do Idoso de Duque de Caxias.

Pela primeira vez reunindo crianças de todas as sete instituições de acolhimento do município, o evento recebeu a visita do Papai Noel, que distribuiu kits com presentes, livros e guloseimas. Os kits foram montados com o apoio de doações de magistrados, defensores, promotores, servidores do TJ, estagiários, familiares e amigos. O preparo dos presentes mobilizou toda a equipe da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso de Duque de Caxias.

Participaram da festa abrigados do Lar Jesus é Amor, Reviver, Arco íris, Betel, Casa Comunitária, Renascer e Casa de Passagem.

- Conseguimos atingir o nosso objetivo de levar um pouco de alegria para essas crianças que possuem um histórico tão sofrido e que puderem participar de um momento de alegria e descontração. Promovemos o Lanche de Natal todos os anos e, pela primeira vez, conseguimos contar com a participação de crianças das sete instituições de Duque de Caxias – disse a juíza Juliana Kalichsztein, titular da Vara da Infância.

A juíza Vera Lage, da 5ª Vara de Família de Caxias, fez questão de parabenizar a juíza Juliana pelo trabalho realizado pela Vara da Infância junto aos abrigos que acolhem as crianças em Duque de Caxias.

- O trabalho desenvolvido pela juíza Juliana Kalichsztein é absolutamente fantástico, inspirador. Sua atuação não se limita ao dia a dia das decisões nos processos sob a sua responsabilidade. Os abrigos destinados às crianças e adolescentes necessitam da atenção do Poder Público e da sociedade em geral.

De acordo com a magistrada, o lanche representa a abertura das portas do Fórum para uma legião de crianças que, em muitos casos, estão recebendo um presente de Natal pela primeira vez.

- Esse trabalho é um orgulho para toda a magistratura e precisa de todo o nosso apoio - avaliou a juíza Vera Lage.