Em reunião no TJRJ, autoridades discutem o uso da mediação na solução de conflitos escolares
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 02/05/2019 20:53

                                                                  Da esquerda para a direita: major Rocha, Gabriela Lusquiños, Pedro Fernnandes, Vanessa Cavalieri e professor Charles

 

A juíza titular da Vara da Infância e da Juventude, Vanessa Cavalieri, e a promotora de Justiça do Ministério Público, Gabriela Lusquiños, se reuniram nesta quinta-feira (2/5) com o secretário de estadual de Educação, Pedro Fernandes, e representantes do projeto Cuidar - programa criado pelo Governo do Estado com objetivo de levar mais segurança a profissionais e estudantes da rede pública de ensino. No encontro, foram discutidos o problema da evasão escolar e a utilização da mediação como uma forma da solução de conflitos nas instituições de ensino, entre outros temas.

Para a juíza Vanessa Cavalieri, a mediação é um instrumento importante para a resolução de conflitos na escola.

- A mediação é uma forma de tratar o conflito de forma positiva, conseguindo cuidar de todas as pessoas que estão envolvidas nesse contexto, além de enxergar o que está por trás dessa situação de confronto que aparece na escola. Achamos que a mediação vai criar uma nova cultura de aprendizagem para esse jovem, mostrando a ele que é possível resolver os problemas com diálogo.

Já o secretário de Educação aposta no diálogo permitido pela mediação como um caminho para evitar a evasão escolar.

- Quanto mais evasão acontece, maior o número de atos infracionais cometidos por jovens. Trabalhar essa questão da mediação é muito importante para reter o aluno na escola – disse o secretário, que teve a companhia do professor Charles Rocha, coordenador do Cuidar, e de outros integrantes do programa na mesa de debates.

MM/FS

Foto: Felipe Cavalcanti/TJRJ