Casal italiano reencontra juíza responsável pela adoção dos filhos na Cejai
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 18/12/2018 18:30

Como comemoração pelos 21 anos, o reencontro com o mar. Foi assim que Matheus Magnani quis marcar seu aniversário na última segunda-feira, dia 17. Atualmente morando em Roma, na Itália, fazia três anos que não pisava em areias de praias brasileiras. Ele e o irmão Maycon foram adotados pelo casal italiano Rita Proietti e Daniele Magnani, em novembro de 2011 – Matheus tinha 13 anos, e Maycon, 4.

“Muito bom pisar nas areias das praias brasileiras com a minha família. É uma sensação maravilhosa estar com eles na cidade e no país em que nos conhecemos”, destaca.

Em visita a Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai), os empresários Rita e Daniele consideraram a passagem pelo país de origem positiva, pois representa manter o vínculo dos filhos com a história deles e com o local em que se conheceram. Rita declara ter realizado o sonho de formar uma família.

“Queremos que eles cresçam bem e formem sua própria personalidade, e para isso implementamos regras e rotina dentro de casa. Não é fácil educar, mas é emocionante acompanharmos as conquistas deles. Matheus está terminando curso profissionalizante e auxilia o pai no trabalho”, disse.

Para a juíza da 3ª Vara da Infância e da Juventude e Idoso, Mônica Labuto Fragoso Machado, foi maravilhoso reencontrá-los e saber que se adaptaram e se integraram à nova família em outro país.

“É emocionante acompanhar o desenvolvimento deles desde que deixaram o Brasil. Matheus está estudando, trabalhando e namorando; e Maycon cada vez mais esperto. A finalidade da adoção é atender aos interesses do adotado, com o objetivo de proporcionar-lhes um lar e uma família. E isso foi concretizado com essa família”, explica a magistrada.

SV/AB

Fotos: Brunno Dantas/ TJRJ

Galeria de Imagens