Mutirão de mediação dos planos Collor, Verão e Bresser é oportunidade para os poupadores
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 27/09/2018 18:50

A arquiteta Vânia Maria Macedo era pura alegria após sair de uma audiência de mediação com o Banco Itau nesta quinta-feira, dia 27. Ela fechou acordo e receberá a quantia relativa ao seu processo em 15 dias. O que a arquiteta fará com o dinheiro? Vânia não pensa duas vezes ao responder a pergunta. “Minha filha vai completar 15 anos e vamos fazer uma viagem”, planeja.

Vânia, Genilda, Maria, João. São muitos os beneficiados com o mutirão de mediações de processos relativos aos planos econômicos Bresser, Verão e Collor. Somente nesta quinta-feira, foram realizadas 92 audiências, com cerca de 58% de acordos.

“A 3ª vice-presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargadora Maria Augusta Vaz, e o presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), desembargador Cesar Cury, tiveram a ideia de reunir todos esses processos em uma agenda concentrada de mediações. É uma oportunidade para os poupadores receberem o dinheiro retido pelo governo, em alguns casos, desde 1987”, explica Carla Alcofra, assessora do Nupemec.

A aposentada Genilda Gomes, de 91 anos, por exemplo, esperou 11 anos por uma solução do seu processo. Já Maria Aparecida Dias, também aposentada, de 78 anos, disse que pretende pagar contas e seus remédios, após sair da sessão de mediação.

A agenda concentrada de mediações teve início na quarta-feira, dia 26, e prossegue nos dias 28 de setembro e 3, 4, 5 e 11 de outubro. A expectativa é que cerca de 1.200 audiências sejam realizadas até o dia 11.

MG/AB