Massoterapeuta conhecida como “Paty Bumbum” tem prisão preventiva decretada
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 05/09/2018 11:17
Patrícia dos Santos e outras duas pessoas foram indiciadas por associação criminosa, estelionato e exercício ilegal da medicina

O juiz Aylton Cardoso Vasconcellos, da 2ª Vara Criminal de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, recebeu a denúncia do Ministério Público e decretou a prisão preventiva de Patrícia Silva dos Santos, conhecida como “Paty Bumbum”, Valéria dos Santos Reis e Josman Francisco da Silva. Eles foram indiciados por associação criminosa, estelionato e exercício ilegal da medicina.

De acordo com a denúncia, os acusados, pelo menos desde 2015, ofereciam procedimentos estéticos que utilizavam produtos manejados apenas por médicos habilitados. Patrícia e Valéria se apresentavam como biomédicas e Josman como enfermeiro, o que era falso.

Na decisão, o magistrado destaca que o trio não tinha cuidado com a saúde dos pacientes e interessado apenas no lucro proveniente das cirurgias. Uma paciente denunciou o grupo à polícia por deformações originadas em um procedimento que custou R$ 3 mil.

“É importante ressaltar que a vítima citada teve a sua integridade física ofendida pela aplicação do silicone industrial por Valéria e Patrícia, pois resultou em enfermidade incurável decorrente de complicações crônicas, como processo infeccioso e inflamatório de aspecto cronificado”, reiterou o magistrado.

Processo n°: 0038269-52.2018.8.19.0203

JGP/PC