Caso Henry Borel: prova de acusação é marcada para 6 de outubro
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 09/09/2021 20:11

A juíza Elizabeth Machado Louro, da 2ª Vara Criminal do Rio, marcou para 6 de outubro, às 9h30, a audiência para ouvir as testemunhas de acusação do processo sobre a morte do menino Henry Borel.  O ex-vereador Jairo Souza dos Santos Júnior, o dr. Jairinho, e a professora Monique Medeiros, que foram denunciados e presos pelo crime, estarão presentes na sessão, mas não serão interrogados neste dia. 

Filho da professora e enteado do ex-vereador, o menino de quatro anos de idade morreu no dia 8 de março e, de acordo com a denúncia, foi vítima das torturas realizadas pelo dr. Jairinho, no apartamento do casal, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O casal está preso desde abril.  

A audiência terá desdobramentos. Na decisão, publicada nesta quinta-feira (9/09), a juíza determinou que, em virtude da quantidade, as testemunhas de defesa arroladas na denúncia serão ouvidas em outra data, após o encerramento da prova de acusação.   

Processo: 0066541-75.2021.8.19.0001 

PC