Justiça decide por nova eleição no Salgueiro
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 16/05/2018 17:52

A 25ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu, por dois votos a um, a realização de uma nova eleição para a presidência da Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro. A relatoria do processo ficará com o desembargador Werson Rego, que vai estabelecer, no acórdão a ser publicado, o prazo para a escolha do novo presidente e do conselho deliberativo da escola.

Na sessão realizada nesta quarta-feira, dia 16, ficou vencido o voto da desembargadora Leila Albuquerque, que dava parcial provimento ao pedido. No último dia 4, a desembargadora havia concedido efeito suspensivo ao agravo de instrumento interposto por Regina Celi dos Santos Fernandes e manteve a votação realizada dois dias depois. Em primeira instância, a suspensão da eleição foi obtida por André Vaz da Silva, opositor da chapa de Regina Celi. Ela já ocupava há seis anos o comando da agremiação e André alegou que, pelo estatuto, a candidata não poderia concorrer para mais um mandato de dois anos.

No julgamento do mérito, os desembargadores da 25ª Câmara Cível deferiram a realização de uma nova eleição para a presidência da escola e também para o conselho deliberativo, que não poderá ser ocupado por beneméritos.

 

Processo: 0023238-19.2018.8.19.0000

 

PC/AB