Portal do Conhecimento passa a integrar o Banco de Boas Práticas do Instituto Innovare 
Notícia publicada por DECCO-SEDIF em 18/01/2024 17:37

O Portal do Conhecimento do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ) alcançou mais um marco significativo ao ser inserido no Banco de Boas Práticas da 20ª Edição do Prêmio Innovare. Esta conquista reflete o compromisso contínuo do portal em estruturar e disseminar o conhecimento produzido no âmbito do PJERJ, fortalecendo os laços entre os operadores do sistema de justiça e a sociedade civil. 

O Portal do Conhecimento tem desempenhado um papel importante ao sistematizar e disponibilizar uma variedade de conteúdos relevantes. Entre as áreas abrangidas estão os sistemas de pesquisa de jurisprudência, como Precedentes, Sentenças Selecionadas, Pesquisas Selecionadas, Ações Coletivas,  Inconstitucionalidades indicadas, Julgados selecionados por desembargador. Também podem ser consultadas  informações  sobre Suspensões de Prazo na capital e interior e legislações selecionadas como a ambiental. 

Além das funcionalidades já citadas, o Portal do Conhecimento apresenta um diversificado Repositório de Publicações do Tribunal, englobando Ementários Cíveis, Criminais e Temáticos, a Revista de Direito, o Boletim SEDIF – um periódico que abrange jurisprudência, notícias e legislações recentes – e Cartilhas informativas.  

Adicionalmente, os usuários têm acesso ao Espaço Multimídia e Boas Práticas que, entre outros conteúdos, disponibiliza o quiz "A Balança da Justiça", projetado para promover o entendimento sobre o funcionamento do Poder Judiciário, e o jogo da Memória, no qual as peças são imagens de locais e obras de arte que compõem o acervo do Museu da Justiça. O portal oferece a oportunidade de explorar a história da Justiça no Estado do Rio de Janeiro e no Brasil por meio de uma visita virtual ao Museu da Justiça. 

Recentemente, o Portal do Conhecimento demonstrou seu compromisso com a acessibilidade ao aderir ao Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (eMAG). Nesse contexto, foi introduzido o recurso Rybená, possibilitando o acesso ao conteúdo por pessoas com deficiência. 

O reconhecimento do Portal do Conhecimento também pela sociedade é evidenciado pelo número de acessos, que atingiu a marca de 99.041 no mês de abril. Este alcance expressivo destaca a importância do portal como um mecanismo efetivo de promoção à informação jurídica e uma ferramenta valiosa para a comunicação entre o Poder Judiciário e a sociedade civil. 

CEL/CHC

Galeria de Imagens