Dupla de violonistas abre parceria do CCMJ com Música no Museu
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 05/07/2019 16:38

O Duo Madri, formado pelas violonistas Adriana Ballesté e Mara Lúcia Ribeiro, realizou na quinta-feira (04/07), a apresentação que inaugurou o Museu da Justiça – Centro Cultural do Poder Judiciário (CCMJ) como uma das sedes do programa “Música no Museu”. A dupla tocou no Salão Nobre do Antigo Palácio da Justiça, interpretando composições de Johann Bach, Isaac Albéniz, Manuel de Falla, entre outros.

Há 21 anos promovendo concertos, o “Música no Museu” é, atualmente, a maior série de música clássica do país e uma das maiores do mundo. Entre museus, centro culturais, palácios, bibliotecas, igrejas e sinagogas, o Rio de Janeiro abriga 42 dos 80 espaços que recebem os espetáculos. A partir de 2019 o Centro Cultural do Poder Judiciário passa a integrar a lista.

A exibição contou com a presença na plateia do diretor do Música no Museu, Sergio da Costa e Silva, do diretor do CCMJ Sergio Ricardo von Sydow, da diretora do DEAPE Rosiléa Di Mais Palheiro e de participantes dos projetos de inclusão social do TJRJ, “Pais Trabalhando”, “Começar de Novo” e “Justiça pelos Jovens”, além de servidores, colaboradores e do público em geral.

Com cerca de 500 apresentações por ano em todo Brasil, o projeto também já tocou em outros países das Américas, como Argentina, Chile e Estados Unidos (incluindo o Carnegie Hall, em Nova Iorque e o LACMA, em Los Angeles); na Europa (Portugal, Espanha, França, Itália, Alemanha, República Tcheca e Áustria); países africanos, como o Marrocos; na Ásia (Índia e Vietnã); e também na Oceania, na Austrália.

A temporada de 2019 da série Música no Museu terá concertos mensais, sempre às 12h30, no Antigo Palácio da Justiça do Rio de Janeiro – Rua Dom Manoel 29, Centro. Os espetáculos são gratuitos e abertos ao público.