Estudantes visitam exposição “Da Resistência à Liberdade - O protagonismo do escravo”, em Niterói
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 07/06/2019 19:05

 

Alunos do Colégio Estadual Aurelino Leal visitaram hoje (6/6) a exposição “Da Resistência à Liberdade – O protagonismo do escravo”, no Antigo Palácio da Justiça, em Niterói. Ali estão expostos documentos judiciais com ações civis de liberdade, autos processuais de crimes e insurreições de escravos. Os originais expostos registram algumas das formas de resistência à escravidão. Passados 130 anos da Abolição da Escravatura no Brasil, a exposição propõe uma reflexão sobre a luta pela liberdade de pessoas escravizadas.

 

No Espaço Multiuso, no segundo piso do APJ-Niterói, os estudantes conheceram documentos originais restaurados e documentos digitalizados. A camélia branca, símbolo do movimento abolicionista no Brasil, pode ser vista nos painéis expositivos.  Os visitantes puderam acompanhar também a entrevista que o professor de História da UFRJ Flávio Gomes deu sobre o tema para o Programa de História Oral e Visual do PJERJ.

Na capa de um processo de 1881, fica claro que pessoas escravizadas eram tratadas como objetos: com base na Lei do Ventre Livre, o escravo Pedro requereu que fosse arbitrado seu valor para que pudesse comprar sua carta de alforria. Um outro processo, datado de 1886, lista os nomes de dez escravos de Valença (RJ) que conseguiram decisão judicial favorável em uma disputa pela própria liberdade com herdeiros da antiga proprietária. Eles alegaram ter recebido esse direito com a morte dela, o que foi contestado pelos herdeiros da mulher.

 

SERVIÇO:

CCMJ apresenta “Da Resistência à Liberdade - O protagonismo do escravo” – Mostra de documentos judiciais”
Visitação: de segunda à sexta, das 11h às 18h. 
Local: Antigo Palácio da Justiça de Niterói (APJ-Niterói), Espaço Multiuso, Praça da República s/nº, Centro, Niterói –RJ 
Agendamentos de grupos no Serviço de Museologia do CCMJ:  3133-3814 ou e-mail ccmj.seami@tjrj.jus.br 
Mais informações: APJ-Niterói | Tels. 3002-4284 e 3002-4285

ENTRADA FRANCA