Passeio histórico e exposição no antigo Palácio da Justiça no mês das crianças

A exposição sobre o Direito Ambiental tem atraído um publico interessado em saber um pouco mais sobre esse ramo do Direito. Na visita guiada pelo Museu da Justiça a criançada conhece a biblioteca, com seu mobiliário antigo e obras raras.

Uma boa oportunidade de entretenimento para as crianças e adolescentes, no mês da criança, é o passeio promovido pelo Museu da Justiça ao antigo Palácio da Justiça. Nestas terça, dia 2 de outubro, às 14h, e quarta, dia 3, às 11h e às 14h, os espaços históricos do prédio podem ser visitados com a presença de especialistas em Museologia e Educação que interagem com o público. Essa viagem ao passado é enriquecida com a passagem pela exposição "O Direito Ambiental nas fontes históricas do Poder Judiciário", que possui ampla abordagem sobre as questões ambientais do nosso estado. Os eventos são gratuitos. 

As visitas guiadas duram cerca de uma hora. Nela, os interessados podem passear pela história da Justiça fluminense e do antigo prédio, iniciando pelo "hall" de entrada e percorrendo, em seguida, outros ambientes: o Salão Nobre, o Salão dos Espelhos, a biblioteca do Museu; o Plenário da Corte do antigo Tribunal, a Sala de Sessões de Câmara Isolada, o "Salão dos Passos Perdidos" e o Tribunal do Júri.

As inscrições para a atividade podem ser feitas pelos telefones (021) 3133-3532/3497 ou pelo e-mail seexp@tjrj.jus.br. São aceitos grupos de até 40 pessoas, por sessão. Aos funcionários do TJRJ poderão ser computadas horas de capacitação pela Escola de Administração Judiciária (ESAJ).

A mostra, que pode ser vista também de forma individual, funciona de segunda a sexta, das 11h às 17h, e fica no Salão dos Espelhos - 3º andar. Dividida em quatro núcleos, retrata aspectos importantes da história do Direito Ambiental, por meio de textos, imagens e documentos datados do final século XVIII. A exibição oferece ao público acesso à legislação e processos históricos ligados a esse ramo do Direito. Destaque para o Decreto Imperial nº 577, de 1861, que permitiu o reflorestamento do maciço da Tijuca. 

As visitas guiadas e a exposição sobre Direito Ambiental são atividades administradas pelo Museu da Justiça/DEGEM/DIGCO/SEEXP, órgãos vinculados à Diretoria Geral de Gestão do Conhecimento (DGCON), do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. 

O Museu da Justiça fica na Rua Dom Manuel, 29 - Centro, dentro do antigo Palácio da Justiça. 

Mais informações, pelo site www.tjrj.jus.br, link Institucional / Museu da Justiça / visitas guiadas/exposiçõeseeventos.