Antigo Palácio da Justiça de Niterói recebe alunos do Senac

O grupo visitante faz parte da primeira turma do Curso Técnico para Guia de Turismo do Senac-Niterói.  Um dos momentos da visita guiada, feita pela educador Marcos Villas Bôas, no hall de entrada do antigo Palácio da Justiça de Niterói.  
 

O antigo Palácio da Justiça de Niterói recebeu na tarde desta sexta-feira, dia 25, um grupo de 22 alunos da primeira turma do Curso Técnico para Guia de Turismo, do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) da cidade, que veio ver de perto o funcionamento da Justiça do nosso estado e aspectos de sua história, em especial, a fluminense. Os estudantes foram conduzidos pelo educador do Centro da Memória Judiciária de Niterói, o servidor Marcos Villas Bôas, que mostrou a eles as características arquitetônicas e jurídicas desse importante patrimônio histórico e cultural.

A visita começou do lado de fora do antigo prédio, onde os alunos puderam vislumbrar um pouco da histórica onde encontra-se atualmente a Praça da República ¿ que foi construída no inicio do século XX, em estilo eclético, com projeto concluído em 1935 - e os prédio públicos do seu entorno, entre eles, a Câmara Municipal de Niterói e a sede regional da Polícia Civil. Em seguida, foram levados para o Tribunal do Júri, onde tiveram conhecimento sobre a justiça de primeiro grau na área criminal. Depois, todos prosseguiram para o Salão do Tribunal Pleno e Salão das Exposições, onde puderam ter contato com a justiça de segundo grau e ver as mostras "Dom João VI e a Justiça em Niterói"; "Projeto Memória do Poder Judiciário" e "A Justiça e sua Simbologia".

As pessoas tiveram também, durante cerca de 60 minutos de visitação, uma noção histórica da vida pública do patrono do antigo Fórum de Niterói, o desembargador Jalmir Gonçalves da Fonte, onde está localizado o Palácio da Justiça fluminense.

Segundo a professora de Turismo e Hotelaria do Senac-Niterói, Nahime Mohana, os alunos que vieram à visitação hoje estão na fase de técnicas de guiamento e condução de grupo no âmbito nacional. "Estão, enfim, completando o curso; e, nada mais justo que conheçam primeiro a cidade de Niterói, com os seus prédios históricos e fatos marcantes. E o antigo Palácio da Justiça é um ótimo local para esse aprendizado", afirmou.

Quanto à visita guiada, a professora disse ter achado excelente, apesar de já conhecer o local, pois trouxe mais conhecimento a todos. "Para mim, o guia do turismo tem que ser um profissional completo; tem que ter cultura geral, conhecimento geográfico e histórico, além de psicológico. E, conhecer, principalmente, a sua cidade, a cidade onde mora, a cidade que ele vai trabalhar como guia, para somente depois, ir para outros locais", comentou.

Os interessados em obter informações sobre as visitas guiadas pelo Centro da Memória Judiciária de Niterói podem ligar para os telefones (021) 3002-4284/4285 ou, ainda, enviar um e-mail museudajustica.niteroi@tjrj.jus.br. A Instituição está aberta ao público de segunda a sexta, das 11h às 18h, e fica dentro do antigo Palácio da Justiça daquela cidade, na Praça da República, s/nº - Centro. A unidade é administrada pelo Museu da Justiça/DEGEM, órgão integrante da Diretoria-Geral de Comunicação Institucional (DGCOM) do TJRJ.