Alunos da Tijuca estreiam Oficinas Pedagógicas

A educadora Teresinha Sousa é uma das responsáveis pelas oficinas A Escola Benedito Ottoni foi a primeira a participar das Oficinas Pedagógicas

"A Justiça é uma coisa que resolve nossos problemas". A frase dita de maneira simples (e direta) mostra que o pequeno Samuel, de nove anos, teve um dia de aprendizado com pitadas de diversão. Ele e mais 27 crianças da Escola Municipal Benedito Ottoni, na Tijuca, zona norte do Rio, fizeram parte da primeira turma das Oficinas Pedagógicas, realizada esta semana. A iniciativa do Museu da Justiça tem o objetivo de ensinar - de forma interativa - os conceitos da Justiça e do Direito às crianças.

As educadoras Blanca Dian e Teresinha Sousa, ambas do Museu da Justiça, coordenaram o passeio. Na primeira etapa, os alunos deram a volta no Antigo Palácio da Justiça e puderam comparar, através de fotos antigas, como era a Rua Dom Manuel no início do século passado.

Para transformar o rebuscado linguajar jurídico numa atividade atrativa para crianças, a visita acabou se transformando em uma gincana. Caça-palavras, jogo da memória e palavras cruzadas (jogos montados pelas educadoras) foram algumas das brincadeiras que os alunos curtiram. A figura da deusa Themis, que simboliza a Justiça, virou quebra-cabeças. E um jogo de perguntas e respostas agitou o silencioso Tribunal Pleno.

Mas o ponto alto do passeio foi a visita ao Tribunal de Júri, local onde julgamentos famosos foram realizados. "Vamos brincar de julgamento?", pergunta uma das educadoras. Logo, um aluno correu para ser o juiz e pediu o martelo para dar o veredicto, os outros se acomodaram nas cadeiras dos jurados, sem mesmo saber que eles teriam que selar o destino de um réu de mentirinha. A dispersão natural dos pequenos deu lugar à atenção em torno do que faz o promotor, o advogado de defesa. Perguntada sobre o que sabia do "crime", a testemunha Beatriz, de nove anos, disse que só estava ali para admirar o salão. O réu acabou condenado por 5 a 2. A punição? Nenhuma. Tudo virou uma brincadeira de criança.

A ideia do Serviço de Exposição e Educação Patrimonial (SEEXP) é organizar mais edições das Oficinas Pedagógicas. A equipe já tem o apoio dos professores. "Os alunos prestaram muita atenção e desenvolveram a capacidade de memorização. São crianças que, naturalmente, não se concentram com facilidade. Fiquei encantada com a dinâmica das brincadeiras", derrete-se a professa Ana Paula Leite, que elogiou a iniciativa do Museu. "Todos estão de parabéns. Ensinar algo tão pesado como as lições da Justiça não é tarefa fácil. Em outros museus, não encontramos materiais e atividades específicas para crianças".

O SEEXP é vinculado à Divisão de Gestão da Comunicação (DIGCO), que integra a Diretoria Geral de Gestão do Conhecimento (DGCON). As Oficinas Pedagógicas podem ser marcadas pelos telefones: (21) 3133-3532 / 3497.

Clique aqui para visualizar a galeria de fotos.

O Museu da Justiça fica na Rua Dom Manuel, 29 - Centro - Rio de Janeiro - RJ, dentro do Antigo Palácio da Justiça.
Mais informações, no site www.tjrj.jus.br, link Institucional / Museu da Justiça / Exposições e Eventos e/ou Visitas Guiadas.
Tels.: (21) 3133-2515/3553 - Fax.: (21) 3133-3548
e-mail: digco@tjrj.jus.br