Juristur traz alunos da Escola Municipal Mario Paulo Brito para conhecerem a Justiça fluminense e o antigo Palácio

A Escola Municipal Mario Paulo Brito finalizou a visita ao antigo Palácio no hall de entrada, seguindo, depois, para outros ambientes no TJRJ. Os alunos mostraram muito interesse em conhecer a exposição sobre Direito Ambiental.

Olhares atentos e curiosos marcaram a visita desta quarta-feira, dia 10, ao Antigo Palácio da Justiça e a outros ambientes do TJRJ, promovida pelo Projeto Juristur/Conhecendo o Judiciário, da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj), em parceria com o Museu da Justiça. Cerca de 36 alunos e professores da Escola Municipal Mario Paulo Brito, de Irajá, Zona Norte, vieram conhecer de perto como funciona a Justiça fluminense e também aspectos históricos do antigo prédio, datado de 1926.

Os estudantes foram recepcionados pelo juiz Joel Pereira dos Santos, coordenador do Juristur, nas dependências da Escola de Administração Judiciária (Esaj), onde houve uma pequena palestra sobre a estrutura da Justiça do Estado do Rio de Janeiro. O grupo recebeu, também, na ocasião, noções de Cidadania.

Em seguida, os alunos fizeram uma visita mediada com a educadora Teresinha de Sousa, do Museu da Justiça, ao Antigo Palácio da Justiça, onde percorrem vários ambientes históricos, como o Salão dos Passos Perdidos e o plenário do antigo Tribunal do Júri, onde aconteceu um júri simulado. O grupo passeou ainda pela exposição "O Direito Ambiental nas fontes históricas do Poder Judiciário". Os estudantes forma levados depois, pela secretária do Juristur, a advogada Francisca Lima, a outros espaços do Poder Judiciário do estado, entre eles, a Seção Criminal, onde os aguardava o desembargador Siro Darlan, para uma nova palestra.

Segundo a responsável pelo grupo, a diretora Silvia Santos Amorim, a escola possui o "Projeto Vida" que mostra aos alunos a realidade do cotidiano e o dia- a- dia em vários lugares e situações. "Por isso trouxemos hoje os alunos ao Antigo Palácio da Justiça e ao Tribunal, para que eles possam conhecer de perto os espaços judiciários e um pouco mas de nossa história", afirmou a professora.

Outras informações sobre o programa Juristur/Conhecendo o Judiciário podem ser obtidas pelos telefones (021) 3133-2315 ou 3861-1113 ou pelo e-mail juristur@amaerj.org.br

Já os interessados nas visitas mediadas organizadas pelo Museu da Justiça do Rio podem fazer o agendamento pelos telefones (021) 3133- 3532/3497 ou pelo e-mail: exposicoes@tjrj.jus.br.