Museu da Justiça: última semana para ver a exposição sobre Direito Ambiental

A exposição 'O Direito Ambiental nas fontes históricas do Poder Judiciário' recebeu cerca de 3.000 visitantes, desde a sua inauguração. Os processos históricos relativos as questões ambientais têm sido uma atração a parte junto aos estudantes.

O Museu da Justiça informa que a exposição "O Direito Ambiental nas fontes históricas do Poder Judiciário" estará em cartaz até o dia 19 de julho. As pessoas interessadas, portanto, em conhecerem aspectos históricos desse ramo do Direito, podem ainda visitar a mostra, que se encontra no suntuoso Salão dos Espelhos, localizado no 3º andar da Rua Dom Manuel, 29 ¿ Centro. O horário de funcionamento é de 2ª a 6ª, das 11h às 17h. O tema vem sendo apresentado pela Instituição, desde a Conferência Mundial para o Meio Ambiente - Rio + 20, que ocorreu em junho de 2012. O evento, que é gratuito, pode ser visto de forma individual ou durante as visitas mediadas ao Antigo Palácio da Justiça.

A exposição "O Direito Ambiental nas fontes históricas do Poder Judiciário", que já teve cerca de 3.000 visitantes, procura enfocar, por meio de textos, imagens e peças do acervo documental do Museu da Justiça, questões ambientais ocorridas no Brasil,desdeofinaldoséculo XVIII. A mostra está dividida em quatro núcleos: os fundadores da crítica ambiental no Brasil; a floresta da Tijuca; a destruição da cidade de São João Marcos; e a limpezae o saneamentourbano. Nela,os visitantes podem conhecer tambéma legislação e osprocessos históricos desse ramo do Direito, entre eles, o Decreto Imperial nº 577, de 1861, que permitiu o reflorestamento do maciço da Tijuca; e os inventários dos cafeicultores que viviam na região da antiga cidade de São João Marcos antes de sua inundação para a ampliação da barragem de Ribeirão das Lages.

Outras informações sobre a mostra, clique aqui.

Visitas mediadas

O Museu da Justiça realiza, também, todas as terças (às14h) e quartas-feiras (às 11h e às 14h), visitas mediadas por educadores ao antigo Palácio da Justiça, com a duração de uma hora. Na ocasião, o visitante pode conhecer um pouco da história da Justiça fluminense e do antigo prédio. Os interessados podem se inscrever pelos telefones (21) 3133-3532/3497 ou pelo e-mail exposicoes@tjrj.jus.br. Os grupos devem ter, no máximo, 40 pessoas, por sessão.

O Museu da Justiça é uma unidade vinculada à Diretoria Geral de Comunicação Institucional (DGCOM) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.