CPMA de Niterói conhece o antigo Palácio da Justiça local

Uma parte do grupo da CPMA apreciando a exposição 'Projeto Memória do Poder Judiciário', localizada na antessala do Tribunal Pleno  A mostra 'A Justiça e sua Simbologia', localizada no 2º andar, chamou a atenção dos visitantes da CPMA

Cerca de 10 pessoas, entre equipe técnica e beneficiários da Central de Penas e Medidas Alternativas (CPMA) de Niterói, conheceram, na semana passada o antigo Palácio da Justiça local. A visita guiada, que começou nas escadarias da Praça da República, foi realizada pelo Centro da Memória Judiciária de Niterói e conduzida pelo educador Marcos Villas-Bôas, que mostrou aos visitantes aspectos históricos e arquitetônicos da Justiça fluminense e do antigo prédio.
O passeio guiado durou cerca de 60 minutos e percorreu vários ambientes: o "hall" de entrada, onde se encontram o retrato do patrono do antigo Fórum ¿ desembargador Jalmir Gonçalves da Fonte ¿ e a estátua do jurista Rui Barbosa; o plenário do Tribunal do Júri, localizado no 1º andar; e o suntuoso salão do Tribunal Pleno, onde os interessados puderam saber um pouco mais sobre a Justiça fluminense de segundo grau.
A visita foi finalizada nas exposições: "Projeto Memória do Poder Judiciário", que fala da Justiça nacional e estadual de outras épocas; "Dom João VI e a Justiça em Niterói", que destaca o papel desempenhado pelo monarca na criação da Vila Real da Praia Grande, origem da cidade de Niterói; e a "A Justiça e sua Simbologia".
Arte e cultura
Segundo a responsável pelo grupo, a psicóloga Luciana Villela Fajardo, a ida ao antigo Palácio da Justiça de Niterói fez parte de um encontro mensal realizado pelo "Projeto Arte e Cultura" da CPMA. "O objetivo é dar acesso a todas as formas de arte e cultura, por meio de visitas a museus, centros culturais, teatros e outros aos cumpridores de penas ou medidas alternativas de Niterói e seus familiares", explicou.
"Isso estimula a sensibilização e a reflexão, a partir do contato com diversas formas de expressão da arte. A visita de hoje foi muito importante para eles", complementou Luciana.
O Centro da Memória Judiciária de Niterói fica na Praça da República, s/nº - no Centro, dentro do antigo Palácio da Justiça, e funciona de segunda a sexta, das 11h às 18h. A instituição é administrada pelo Museu da Justiça do Estado do Rio de Janeiro.
Mais informações, pelos telefones 3002-4284/4285 ou pelo e-mail museudajustica.niteroi@tjrj.jus.brh
 

Rua Dom Manuel, nº 29 ¿ sala 202 ¿ Centro ¿ RJ - CEP - 20.010.090 Tels.: (21) 3133-2515/3553 ¿ Fax.: (21) 3133-3548
www.tjrj.jus.br - e-mail: digco@tjrj.jus.br