Alunos do Colégio Estadual Erich Walter Heine visitam o Antigo Palácio da Justiça

 

Os alunos do Colégio Estadual Erich Walter Heine em visita ao Antigo Palácio da Justiça.      Os processos que compõem a exposição



O Antigo Palácio da Justiça recebeu na tarde desta quarta-feira, dia 11, a visita dos alunos do Colégio Estadual Erich Walter Heine, do bairro de Santa Cruz, Zona Oeste do Rio. Os 36 alunos, cursando o 2º ano integrado em Administração do Ensino Médio, e as três professoras responsáveis pelos estudantes, ficaram encantados com a beleza do antigo prédio e os seus aspectos históricos. O grupo, que faz parte da primeira escola sustentável do Brasil, elogiou a exposição "O Direito Ambiental nas fontes históricas do Poder Judiciário", montada no Salão dos Espelhos, 3º andar, aberta ao público de segunda a sexta, das 11h às 17h.  

O passeio foi guiado pela educadora do Museu da Justiça, Teresinha de Sousa, e teve início no "hall" de entrada do Antigo Palácio da Justiça, seguindo depois para o Salão dos Passos Perdidos e Tribunal do Júri, ambos no 2º andar. Os estudantes conheceram, ainda, no 3º andar, o Salão Nobre; a Biblioteca do Museu; o Salão dos Espelhos; o Tribunal Pleno; e a Câmara Isolada - onde puderam apreciar vídeos sobre Direito Ambiental. A atividade foi finalizada no térreo, na reserva técnica do Museu, onde os alunos visualizaram mais itens do acervo da instituição. A visita teve a participação do historiador Jorge Rocha, que complementou as informações históricas sobre o Poder Judiciário estadual.

As professoras Elizabeth Regina Torres de Miranda, de Legislação e Aline Souto Lauermann, de Português, relataram que a idéia de conhecer o Antigo Palácio da Justiça, por intermédio do Museu da Justiça, partiu de um trabalho de integração entre as duas disciplinas, para a realização de um júri simulado da Capitu, personagem da obra "Dom Casmurro", de Machado de Assis. "Iremos realizar esse julgamento dentro de sala de aula e, como precisávamos saber mais sobre a história da justiça brasileira, decidimos trazer os alunos para esta visita guiada", disse Elizabeth Regina.

"Como somos uma escola inclinada para a questão ambiental, outras curiosidades também nos chamaram à atenção, entre elas, saber como surgiu o Direito Ambiental no Brasil e a sua cronologia, que está muito bem contada na exposição que vimos agora sobre o tema", complementou Aline Souto.

Já a coordenadora pedagógica do colégio, a professora Vergínia Conceição Batista, disse estar maravilhada com tudo que viu e ouviu. "Estar com os alunos num local onde podemos tirar dúvidas, e sermos orientados por profissionais formados em história e pedagogia, é uma peça fundamental para que eles possam captar melhor o conteúdo apresentado. Uma visita guiada facilita o entendimento e o aprendizado deles. Esta é a nossa primeira turma. Iremos trazer outras", afirmou.

"Escola verde"

O Colégio Estadual Erich Walter Heine foi a primeira escola verde instalada no país. É o resultado de uma parceria público-privada, tendo sido inaugurada no início de 2011. Está localizada em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio. Uma das novidades são os painéis solares. A escola tem também sistema de reaproveitamento da água das chuvas, iluminação natural e área para reciclagem. Nela, os alunos têm, além de lições de sustentabilidade e das aulas convencionais, ensino profissionalizante. O horário é integral, das 7 às 17h,

As visitas mediadas e a exposição Direito Ambiental integram atividades desenvolvidas pelo DEGEM/ Museu da Justiça, órgão vinculado à Diretoria Geral de Gestão do Conhecimento (DGCON), do TJRJ.  

O Museu da Justiça fica na Rua Dom Manuel, 29 - Centro - RJ, dentro do Antigo Palácio da Justiça.

Mais informações, no site www.tjrj.jus.br, link Institucional / Museu da Justiça / Exposições e Eventos e/ou Visitas Guiadas.