Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Equipe do Nupemec discute práticas de mediação em reunião com representantes de Câmaras Privadas

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 2018-01-22 16:32:00.0

Em reunião realizada nesta segunda-feira, dia 22, o presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargador Cesar Cury, debateu com representantes de Câmaras Privadas e o desembargador José Roberto Neves Amorim, do Tribunal de Justiça de São Paulo, a necessidade de regulamentar o encaminhamento dos processos das serventias às Câmaras Privadas.

No encontro, os participantes apresentaram ideias e detalhes para a definição da regulamentação e formas de aprimorar os atendimentos de mediação. Entre as medidas apresentadas, estão a elaboração de uma cartilha sobre a prática, detalhando todo o processo, e a edição de um ato normativo de orientação aos advogados, juízes e demais partes envolvidas.

O desembargador César Cury destacou o trabalho do TJ do Rio com a mediação. Só no ano passado, a comarca da Capital fez mais de nove mil atendimentos. De acordo com o magistrado, essas reuniões são fundamentais para a troca de experiências.

“Hoje, o Rio está em uma posição de destaque no país em relação à mediação. Esses encontros com representantes de Câmaras Privadas são muito importantes para acertar a relação e discutir novas ideias para aperfeiçoar cada vez mais o atendimento da mediação”, avaliou.

Um dos objetivos do desembargador Neves Amorim é unificar as práticas de mediação em todos os tribunais. O magistrado também afirmou que é preciso elaborar práticas que atraiam a população para o debate a fim de difundir a mediação em todo o país.

“As trocas de experiência e informações são fundamentais, já que o Brasil tem várias realidades locais. Para que a mediação funcione de forma igual, você precisa discutir o que se tem feito em todos lugares para criar uma plataforma única. A mediação deve crescer a partir do momento em que as pessoas começarem a se informar mais e melhor sobre seus benefícios”, disse.

Link das Câmaras Privadas Cadastradas pelo TJRJ (Ato Normativo nº153/2016):

http://www.tjrj.jus.br/web/guest/institucional/mediacao/camara-privada-cadastrada

Foto: Felipe Cavalcanti/TJRJ

JGP/FB