Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Evento no TJRJ dará partida para meta de 1 mil adoções de crianças em um ano

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 2015-05-22 15:43:00.093

Com a meta de atingir mil adoções de crianças em um ano, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) vai promover, na próxima segunda-feira, dia 25, o evento “25 Anos do ECA – Muitas Histórias de Adoção”, em comemoração ao Dia Nacional de Adoção. O período para cumprimento da proposta começa na data da iniciativa e vai até o dia 25 de maio de 2016.

Segundo o titular da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai) e presidente da Coordenadoria Judiciária de Articulação das Varas da Infância e Juventude e Idoso (Cevij), desembargador Siro Darlan, existem, hoje, cerca de cinco mil ações para adoção em curso no TJRJ. Para acelerar a tramitação desses processos, durante a cerimônia, será assinado um pacto entre o TJRJ, o Ministério Público e a Defensoria Pública.

O evento, que tem a participação da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj),  acontecerá das 10h às 13h no Auditório Desembargador José Navega Cretton, localizado na Av. Erasmo Braga, nº 115/7º andar, Lâmina I, Centro.

Para a ocasião, foram convidadas famílias que adotaram crianças. Algumas colaboraram para um vídeo, produzido pela Assessoria de Comunicação e Relacionamento com a Mídia do TJRJ, a ser exibido aos presentes, com depoimentos em que relatam a emoção de verem o seu desejo realizado. Haverá, ainda, apresentação musical de Ana Rosa Foch, acompanhada pelo maestro Welington Ferreira.

O desembargador Siro Darlan fará a abertura do evento, que terá ainda palestras do desembargador Fernando Foch; do procurador de Justiça de Infância e Juventude Sávio Bittencourt; da psicóloga, terapeuta de família, perita judiciária e coordenadora do Grupo Café com Adoção, Solange Diuana; e da diretora jurídica da Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção (ANGAAD), presidente da Comissão de Adoção do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM) e membro da Cejai, a advogada Silvana do Monte Moreira.

Serão concedidas horas de estágio pela Ordem dos Advogados do Brasil/RJ (OAB/RJ) aos estudantes de Direito que assistirem às palestras. Aos serventuários que participarem, o evento poderá servir como atividade de capacitação pela Escola de Administração Judiciária (Esaj). Para os Nurs do interior, as palestras serão transmitidas por videoconferência. 

 

PC/SF