Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Juiz participa do Programa do Jô

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 2015-05-14 18:21:00.0

O juiz titular da 4ª Vara da Infância, Juventude e Idoso da Capital, Sérgio Luiz Ribeiro de Souza, foi um dos convidados do Programa do Jô, da Rede Globo, na madrugada dessa quinta-feira, dia 14. Na conversa com o apresentador Jô Soares, o magistrado destacou o projeto de apadrinhamento de crianças e adolescentes desenvolvido na Zona Oeste do Rio, onde existem 13 entidades de acolhimento, mais conhecidas como abrigos. “Nesses locais vivem crianças e jovens em situação de maus tratos, abuso sexual e negligência”, ressaltou o juiz.

O magistrado destacou que o mais importante é atender as necessidades afetivas e materiais das crianças e adolescentes que esperam por um lar. O apadrinhamento pelas famílias pode ser feito de três formas. “Poderá ser afetivo, onde o padrinho assume o compromisso de acompanhar, orientar, assistir e apoiar a educação, desenvolvimento e projeto de vida de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional; colaborador, quando há a contribuição com a prestação de serviços, e provedor, quando há o oferecimento de suporte material e financeiro a crianças e adolescentes ou à entidades de acolhimento institucional”, explicou o juiz Sérgio Luiz.

A adoção por casas homoafetivos também foi tema da entrevista. O magistrado afirmou que não existem empecilhos judiciais para a adoção de crianças por casais do mesmo sexo. “Nós não procuramos crianças para as famílias, procuramos famílias para as crianças. Eu canso de fazer adoções por casais homoafetivos, não há problema algum nisso”, disse.

JL/FB